Laird Christensen Prescott College

Laird Christensen

Ph.D.
Declaração Acadêmica

Com base em uma ampla gama de treinamento e experiência, acadêmica e prática, Laird Christensen traz uma perspectiva bioregional aplicada ao seu papel como diretor do programa de pós-graduação em comunidades resilientes e sustentáveis ​​da Prescott College. Antes de vir para Prescott, Laird desenvolveu um programa similar de MS no Green Mountain College em 2015, e também atuou como diretor fundador do programa de pós-graduação em Estudos Ambientais da GMC. Em ambas as capacidades, Laird trabalhou com outros professores para criar programas que proporcionam aos alunos uma amplitude interdisciplinar sem precedentes, além de aproveitar o formato on-line para incentivar os alunos a desenvolver conhecimentos sobre suas próprias bioregiões e interesses específicos.

Laird passou trinta anos envolvido em organização comunitária e ativismo, com um interesse especial em como as comunidades constroem o potencial das bioregiões nas quais estão situadas. Nascido e criado no oeste do Oregon, ele sempre foi atraído por lugares que revelam o caráter da ecologia local; isso o levou a percorrer um caminho desde a classificação da madeira até o trabalho como guarda, desde a ação direta em defesa das florestas até a construção de trilhas e o aprendizado da história natural com crianças em idade escolar. Tendo passado grande parte de sua vida viajando e explorando as muitas maneiras pelas quais cidades e cidades refletem (ou tentam ignorar) as possibilidades ecológicas de suas paisagens, o principal interesse de pesquisa de Laird tornou-se como comunidades humanas industriais e pós-industriais poderiam evoluir de maneiras que novamente se encaixam nas características ecológicas de suas paisagens locais.

Além de obter diplomas de pós-graduação da Universidade de Illinois e da Universidade de Oregon, Laird buscou outras formas de aprender sobre a vida sustentável baseada em locais. Ele passou oito anos morando em comunidades intencionais (La Casa Grande Colectiva, Cooperativa Beaver Brook e Du-Ma), onde adquiriu experiência em facilitação de grupos e tomada de decisão consensual, e aprendeu em primeira mão sobre as dificuldades e recompensas de viver em uma maneira que tenta colocar ideais em ação. Essas lições foram úteis em seu subseqüente trabalho de construção de coalizões, liderando oficinas de construção de consenso e servindo nos conselhos de várias organizações sem fins lucrativos. Ele também encontrou maneiras de construir comunidades através de histórias e músicas, escrevendo músicas ligadas a paisagens locais e contribuindo com vocais e bandolim para bandas como Northern Homespun, Fiddle Witch e Spruce Knob Uprising.

Laird tem escrito sobre as relações entre as pessoas e os lugares que eles vivem ao longo de sua carreira, publicando seu trabalho em várias antologias e revistas como O leitor Utne, Florestas do norte, Terra Selvagem,The Northwest Reviewe Terreno inteiro. Ele também editou duas coleções de ensaios: Ensinando sobre o lugar: aprendendo com a terra (Universidade de Nevada Press, 2008) e Ensinando Literatura Ambiental Norte Americana (Modern Language Association, 2008). Ao longo do caminho, ele serviu como escritor em residência no HJ Andrews Experimental Forest em Oregon Cascades, parte de um projeto de reflexão ambiental que convida escritores e artistas para contribuir para gravar que irá traçar a evolução das observações e atitudes ao longo de um 200-ano período.

Depois de lecionar por quase vinte anos no Green Mountain College, ele recentemente se estabeleceu com sua família em uma colina de pinheiros ao sul de Prescott, onde ele está animado para aprender sobre como essas montanhas se expressam com seu filho, Addison.

Educação

Ph.D. Literatura Inglesa, University of Oregon, August 1999 Concentração: Literatura e Meio Ambiente. Dissertação: “Espírito Astir no mundo: poesia sagrada na era da ecologia”

MA Literatura Inglesa, Universidade de Illinois em Urbana-Champaign, Agosto 1993

BA Literatura Inglesa, Keene State College, summa cum laude, maio 1991

Publicações

Livros

Ensinando Literatura Ambiental Norte Americana. Editado com Mark Long e Fred Waage. Nova York: Modern Language Association, 2008.

Ensinando sobre o lugar: Aprendendo com a terra. Editado com Hal Crimmel. Reno: Universidade de Nevada Press, 2008.

Recuperando Rio Pine. Escrito e editado com o Watershed Writing Collective. Alma, MI: Publicações da WTW, 2000.

Capítulos de livros

"O outro lado do Clear-Cut." Forest Under Story: Inquérito criativo em uma floresta de crescimento antigo. Ed. Nathaniel Brodie, Charles Goodrich e Frederick J. Swanson. Seattle: Universidade de Washington Press, 2016: 137-48.

“Ensinar a percepção biorregional - à distância”. A imaginação biorregional: literatura, ecologia e lugar. Ed. Tom Lynch, Cheryll Glotfelty e Karla Armbruster. Atenas: University of Georgia Press, 2012: 377-90.

“Abordagens ao ensino da literatura ambiental”. Ensinar a literatura ambiental norte-americana. Ed. Laird Christensen, Mark Long e Fred Waage. Nova Iorque: Modern Language Association, 2008: 149-61.

"Calamity Brook to Ground Zero". Ensinando sobre o lugar: Aprendendo com a Ed da Terra. Hal Crimmel e Laird Christensen. Imprensa da Universidade de Nevada, 2008: 3-19. “Introdução.” Escrito com Hal Crimmel. Ensinando sobre o lugar: Aprendendo com a terra. Ed. Hal Crimmel e Laird Christensen. Reno: Imprensa da Universidade de Nevada, 2008: ix-xvii.

“Escrevendo para casa: ensinando alfabetização ecológica através da escrita criativa.” Documentos de Pedagogia 2006. Austin, TX: Programas de Redação Associada, 2006.

"Passagens do Noroeste". Mantendo um terreno comum: as terras individual e pública no oeste americano. Ed. Paul Lindholdt e Derrick Knowles. Cheney, WA: Imprensa da Eastern Washington University, 2005: 23-27.

"Escrevendo a Bacia Hidrográfica". Ensinando no Campo: Trabalhando com Alunos na Sala de Aula ao Ar Livre. Ed. Hal Crimmel. Salt Lake City: Imprensa da Universidade de Utah, 2003: 124-36.

“O misticismo pragmático de Mary Oliver.” Ecopoesia: uma introdução crítica. Ed. J. Scott Bryson. Salt Lake City: Imprensa da Universidade de Utah, 2002: 135-52.

artigos

"Carta para a América". Terrain.org: Um Jornal dos Ambientes Construídos + Naturais (Fevereiro 2017): http://www.terrain.org/2017/guest-editorial/letter-to-america-christensen/

“Notas da Grande Transição.” Efeitos de Borda (Fevereiro 2016): http://edgeeffects.net/ great-transition/

“Um lugar em mente.” Northern Woodlands (Winter 2013): 80.

"Uma árvore cai na floresta." Todo o terreno: Prática ambiental reflexiva 12 (Outubro 2012): 16-20.

“Escrevendo para casa em uma era global”. Literatura mundial hoje 82: 4 (julho-agosto, 2008): 16-20.

"A Imersão do Rio Hudson". Escrito com Jon Jensen. Terreno Inteiro 13 (2004 / 2005): 14-20.

“The Gatherers Guerrilla.” O Utne Reader (maio / junho 2004): 18-19.

“A Voz da Experiência: Uma Entrevista com John Elder.” ISLE: Estudos Interdisciplinares em Literatura e Ambiente 10.1 (Winter 2003): 195-213.

"O dar e receber de Wildcrafting". Todo Terreno 11 (2002 / 2003): 4-7.

"Espírito Astir no Mundo: Poesia Sacramental de Wendell Berry." Renascimento: Ensaios sobre Valores na Literatura 52.2 (Winter 2000): 163-81.

"Não exatamente como o céu: o imperialismo teológico no cercado." SAIL: Estudos em Literaturas Indianas Americanas 11.1 (Spring 1999): 2-16.

A coleção ASLE de Syllabi na literatura e no ambiente. Editado com Peter Blakemore. <http://www.asle.umn.edu/pubs/collect/collect.html> 1998.

"Não exatamente como o céu: imperialismo espiritual e ecológico nos cercados." Northwest Review, 40th Anniversary Issue 35.3 (Outono 1997): 57-66. "Tornando-se o Lar". O Ecótono: O Jornal de Estudos Ambientais 1: 1 (Winter 1997): 4-15.

Reviews

Vizinhos Distantes: As Cartas Selecionadas de Wendell Berry e Gary Snyder. Ed. Chad Wriglesworth. ISLE: Estudos Interdisciplinares em Literatura e Ambiente 22.1 (Winter 2015): 182-83.

Trazendo a Casa da Biosfera: Aprendendo a Perceber a Mudança Ambiental Global, por Mitchell Thomashow. Wild Earth 13.4 (Inverno 2003-2004): 73-74.

Greening the Lyre: Poéticas e Ética Ambiental, de David W. Gilcrest. ISLE: Estudos Interdisciplinares em Literatura e Ambiente 10.1 (Winter 2003): 273-74.

Leitura sob o signo da natureza: novos ensaios em ecocrítica, editado por John Tallmadge e Henry Harrington. ISLE: Estudos Interdisciplinares em Literatura e Ambiente 9.1 (Winter 2002): 251-52.

Salmão Sem Rios: Uma História da Crise dos Salmões do Pacífico, por Jim Lichatowich. Terra Selvagem 11.2 (Summer 2001): 68-70.

Mensagens de desembarque de Frank: uma história de salmão, tratados e o caminho indiano, por Charles Wilkinson. Terra Selvagem 11.2 (Summer 2001): 68-70.

Poesia Sustentável, de Leonard Scigaj. ISLE: Estudos Interdisciplinares em Literatura e Ambiente 7.2 (Summer 2000): 278-80. Em Gravity National Park, por CL Rawlins. Literatura Ocidental Americana 34.2 (Summer 1999): 264-65.

Esta Terra Sagrada: Religião, Natureza, Meio Ambiente, editado por Roger Gottlieb. ISLE: Estudos Interdisciplinares em Literatura e Ambiente 4.3 (Summer 1998): 138-40.

Poesia

“Siuslaw: um solstício de Oregon.” Wild Earth 14: 3 / 4 (outono / inverno 2004-2005).

“Ablução.” Wild Earth 13: 2 / 3 (verão / outono 2003).

“Dormindo em um poema de Pinsky.” Traum 1.1 (Spring 2000).

“In His Image”. Trajetória 1.1 (Spring 2000).

“Entregando o Poema de Amanda aos Madrones da Costa Perdida. Traum 1.1 (Spring 2000).

“Um Valentine do Oregon.” Traum 1.1 (Spring 2000).

“Sunshine Canyon”. TAPJoE 13 (1999).

“Dez Mil Coisas”. Reimpresso em Talking Leaves 9.2 (Verão / Outono 1999).

“Graça nativa”. Ecotone: O Jornal de Estudos Ambientais 2.1 (Fall 1998).

“Escolhendo o lixo, na estrada.” Wild Earth 7.4 (Winter 1998).

“Canção para o Solstício de Inverno.” Earth First! 18.2 (janeiro 1998).

"Deer Creek Warm Springs: Equinócio de Outono". Reimpresso em Wild Earth 7.3 (Fall 1997).

“Mayday.” Batata Olhos 14 (Inverno / Primavera 1997).

“Du-Má: No Jardim”. Criação Espiritualidade 13.1 (Spring 1997).

“Dez mil coisas”. Eugene Weekly 16.12 (March 1997).

"Deixando Illinois." Ecotone: O Jornal de Estudos Ambientais 1.1 (Winter 1997).

"Deer Creek Warm Springs: Equinócio de Outono." O Trompetista 13.4 (Fall 1996).

"Siuslaw: Winter Solstice." O trompetista 13.4 (Fall 1996).

"Leopold na borda da cidade." Um olho ignorante 11.1 (Spring 1993).

"Plainsongs." Um olho ignorante 10.1 (Winter 1991).

“Próximo de Kin.” Aurora 9.1 (Spring 1990).

“Na temporada.” Aurora 9.1 (Spring 1990).

"The Fourth." Northwest 43.7 (março 1984).

“Janeiro, I-91”. O Orphic Lute 7.2 (Spring 1983).

“Bonsecours Fall”. A Antologia Americana de Poesia. Santa Cruz, CA: APA, 1982.

Apresentações

CONFERÊNCIAS E WORKSHOPS CONVIDADOS

"Placemaking". Instituto de Literatura Ambiental, junho 2018, Phillips Exeter Academy, NH.

"Histórias da Grande Transição: O Papel das Artes no Tempo das Mudanças Climáticas". Boston Athenaeum, Fevereiro 15, 2017, Boston, MA.

"A idéia de Vermont." Green Mountain Academy para Aprendizagem ao Longo da Vida, março 2015, Manchester, VT.

"Vozes de Vermont." Grandes Aventuras na Leitura de Séries de Conferências. Instituto Osher para Aprendizagem ao Longo da Vida, outubro 2011, Rutland, VT.

"Pedagogia Baseada em Lugares." A Oitava Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, junho 2009, Universidade de Victoria, British Columbia.

“Escrevendo o Meio Ambiente”. Décima Quarta Conferência Internacional da Sociedade de Ecologia Humana. Outubro 2006, Colégio do Atlântico, Bar Harbor, ME.

“Paisagens de Trabalho: Um Workshop de Profissionalização para Alunos de Pós-Graduação”. A Sexta Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, junho 2005, Universidade de Oregon.

“Imagining Community”. Banquete anual de liderança estudantil, abril 2002, Keene State College, Keene, NH.

PAPÉIS DE CONFERÊNCIA E MESA REDONDA

Painéis Presididos e Organizados

“Onde estamos Quem somos: Não-ficção criativa.” A XI Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, junho 2015, Universidade de Idaho.

"Conservação e seus opositores no 20th Century American Nature Escrita Ocidental." A X Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, May 2013, da Universidade de Kansas, Lawrence.

“Enfrentando a Floresta: Leituras de Não-ficção Criativa”. A Oitava Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, junho 2009, Universidade de Victoria, Colúmbia Britânica.

“Desenvolver uma abordagem biorregional para a educação a distância”. Décima Quarta Conferência Internacional da Sociedade de Ecologia Humana. Outubro 2006, Colégio do Atlântico, Bar Harbor, ME.

“Ensinando Literatura Ambiental Norte-americana: Uma Mesa Redonda”. A Sexta Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, junho 2005, Universidade de Oregon.

"Noroeste do Pacífico". A Sexta Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, junho 2005, Universidade de Oregon.

"Pulp Fictions: Narratives and Poetry". A Sexta Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, junho 2005, Universidade de Oregon.

“Lendo e Escrevendo a Floresta do Norte”. Simpósio da ASLE sobre Natureza e Cultura na Floresta do Norte, junho 2004, Crawford Notch, NH.

"Biorregionalismo na sala de aula." A Quinta Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, junho 2003, Boston University. "

Ensinando Literaturas Ambientais. ”Conferência da Northeast Modern Language Association, abril 2002, Toronto, ON.

“Esverdear as humanidades, no papel e na prática”. Levar a natureza a sério: cidadãos, cientistas e meio ambiente, fevereiro 2001, Universidade de Oregon.

“Rumo a uma Poética Ecológica”. A Terceira Conferência Bienal da Associação de Estudos de Literatura e Meio Ambiente, June 1999, Western Michigan University.

"The Lay of the Land: Paisagem e Literatura na América." Conferência de Associação de Estudos Americanos do Pacífico Noroeste, abril 1998, Coeur d'Alene, ID.

Apresentações de conferência

“O Outro Lado do Clear-Cut.” 50th Annual Conference da Associação de Literatura Ocidental 14-17 Outubro 2015, Reno, NV.

“Lendo Lily Pond.” A XI Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, June 2015, Universidade de Idaho.

"Poesia de Wendell Berry: uma retrospectiva de cinquenta anos." A X Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, maio 2013, Universidade de Kansas.

"Deadends, Backroads e rotundas: A alegria de se perder ao longo do caminho." Décimo Simpósio Anual de Escritores Horace Greeley, outubro 2012, East Poultney, VT.

"Onde estamos agora? Ecocriticism and Narrative Scholarship ”. 126th MLA Convenção Anual, Janeiro 2011, Los Angeles, CA.

"O Outro Lado do Clearcut: Um Relatório da HJ ​​Andrews Experimental Forest." A Oitava Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, junho 2009, Universidade de Victoria, British Columbia.

“Ensinando Estudos Ambientais à Distância: Uma Abordagem Biorregional”. A Sétima Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, junho 2007, Wofford College, Spartanburg, SC.

“Desenvolver uma abordagem biorregional para a educação a distância”. Décima Quarta Conferência Internacional da Sociedade de Ecologia Humana. Outubro 2006, Colégio do Atlântico, Bar Harbor, ME.

“All in the Details: Setting and Characterization.” Quarto Simpósio Anual de Escritores Horace Greeley, outubro 2006, East Poultney, VT.

“Escrevendo para casa: ensinando alfabetização ecológica por meio da redação criativa”. Conferência anual da Associação de Escritores e Programas de Redação, March 2006, Austin, TX.

“Pulp Fiction: The Timber Industry in Contemporary American Fiction”. A Sexta Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, junho 2005, Universidade de Oregon.

"Verdade ou Desafio: O Papel dos Fatos na Não-ficção Criativa". Terceiro Simpósio Anual de Escritores Horace Greeley, outubro 2005, East Poultney, VT.

“O Espaço Entre as Palavras: Lições da Ecologia para Escritores Criativos.” Segundo Simpósio Anual de Escritores Horace Greeley, Outubro 2004, West Haven, VT.

“Escrevendo História Natural na Sala de Aula.” Natureza e Cultura na Floresta do Norte: Simpósio da ASLE sobre Estudos Florestais do Norte, Junho 2004, Crawford Notch, NH.

“Uma imersão no rio Hudson: uma abordagem multidisciplinar para a alfabetização ecológica”. Décima Quarta Conferência Interdisciplinar da América do Norte sobre Meio Ambiente e Comunidade, fevereiro 2004, Empire State College, Saratoga Springs, NY.

"Ensinando no Campo: Trabalhando com Alunos na Sala de Aula ao Ar Livre." A Quinta Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, junho 2003, Universidade de Boston.

"Northwest Passages". A Quinta Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, junho 2003, Boston University.

“Ensinando Alfabetização Ambiental Através de Cursos de Blocos Interdisciplinares”. Conferência da Aliança de Educação Ambiental de Nova Inglaterra, outubro 2002, Moultonboro, NH.

“Escrevendo do Edges: The Hudson River Block Course.” Conferência da Northeast Modern Language Association, abril 2002, Toronto, ON.

“Uma língua que cura: as residências de Linda Hogan.” A 4ª Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, June 2001, Northern Arizona University.

"Lendo o Noroeste do Pacífico." Mesa redonda sobre regiões, regionalismo e ambientes culturais. A Quarta Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, junho 2001, Northern Arizona University.

"A Morte do Leitor: Tanatologia Ecológica na Poesia Americana". Conferência da American Literature Association, May 2001, Cambridge, MA.

“Ler e escrever a bioregião”. Levar a natureza a sério: cidadãos, cientistas e meio ambiente, fevereiro 2001, Universidade de Oregon.

“Escrevendo a Bacia Hidrográfica: Uma Abordagem Colaborativa”. Convenção da Associação de Linguagem Moderna, dezembro 2000, Washington, DC

“Ensino de Biografias Biorregionais”. Conferência da Northeast Modern Language Association, abril 2000, Buffalo, NY.

“Tendências no Ensino da Escrita Ambiental: Da Visão Geral à Aplicação”. Conferência da Associação de Idiomas Antigos e Modernos do Pacífico, novembro 1999, Portland State University.

"Encenando uma Poética da Presença." Segunda Conferência Internacional de Arte Cultura da Natureza, julho 1999, Universidade de Washington.

“Onde nos tornamos Singulares: Interdependência Ecológica na Poesia de Mary Oliver.” Conferência Interdisciplinar da América do Norte sobre Meio Ambiente e Comunidade, fevereiro 1999, Universidade Estadual de Weber, Ogden, UT.

“Poesia, ecologia e o novo animismo americano”. Conferência da Northwest American Studies Association, abril 1998, Coeur d'Alene, ID.

“A Estética Clearcut da Wintergreen de Robert Michael Pyle.” Conferência da Western Literature Association, Outubro 1998, Banff, AB.

“Canção do meu eu: Molduras de identidade românticas, pós-modernas e ecológicas de Whitman”. Conferência Interdisciplinar da América do Norte sobre Meio Ambiente e Comunidade, fevereiro 1998, Universidade de Nevada, Reno.

"Não exatamente como o céu: Imperialismo espiritual e ecológico em D'Arcy McNickle é o cercado." Conferência sobre literatura nativa americana, maio 1997, Universidade de Oregon.

“O que eu sei do espírito é Astir no mundo: o panenteísmo bíblico de Wendell Berry.” Conferência sobre cristianismo e literatura, maio 1997, Universidade de Seattle.

"Distinguir a inteireza: falar em um mundo I-Thou." Oitava Conferência Anual do Oregon sobre Composição e Retórica, May 1997, Eastern Oregon University.

“Somente através do bosque escuro: Thoreau, deserto e a pastoral americana. Conferência da Associação de Estudos Americanos do Pacífico Noroeste, abril 1996, Central Oregon State College.

“Tornando-se um Lugar: Rumo a uma Estrutura Narrativa Ecológica”. A Primeira Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, June 1995, Universidade Estadual do Colorado.

"Advocacia e Política em Literatura e Meio Ambiente." A Primeira Conferência Bienal da Associação para o Estudo da Literatura e Meio Ambiente, junho 1995, Colorado State University.

"Andar novamente com os Anjos de Éden: Valores Ecológicos na Poesia de Nancy Newhall, Wendell Berry e Gary Snyder." A Universidade e o Simpósio do Planeta Terra, abril 1993, Universidade de Illinois, Urbana-Champaign.

Prêmios, Subsídios e Honras

Escritor em Residência, HJ Andrews Experimental Forest, 2008

Prêmio de Professor Exemplar, Green Mountain College, 2005

Instrutor Excepcional de Composição, Universidade de Oregon, 1998-99

Nomeado para "A lista de professores classificados como excelentes por seus alunos" a cada semestre na Universidade de Illinois, Urbana-Champaign, 1991-93

Cobertura em Notícias e Mídia